CABUM!

Explosões na rede subterrânea
       MENU >>>
Entrada   Artigos     Entrevistas   Cursos  
:: ÍNDICE
 :: Explosões
 :: Fogo, fumaça e outros
 :: Fatos relacionados
 :: Histórico
 ::
:: LINKS
 
Aneel
Agenersa
 
 

  Desde abril de 2010, o Cabum! atua em parceria com o InternEx, visando maior disseminação dos conceitos de riscos de explosão nos ambientes industriais e urbanos.

  O Cabum! neste mini-site registra os eventos de explosões na rede subterrânea de energia elétrica - também chamadas de "explosões de bueiros".

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Colabore com o Cabum!

  Sabemos que as ocorrências de explosões em bueiros que chegam à mídia são apenas uma pequena parcela. Se você sabe de ocorrências não relatadas aqui, mesmo que de pequeno porte, envie um breve relato para este e-mail , se possível com fotos ou vídeos, que o publicaremos, preservando o anonimato do colaborador.
  Você também pode nos informar eventuais problemas com os links deste site.
  Desde já agradecemos.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 30/10/16 explodiu um bueiro da RioLuz (empresa de iluminação pública do Rio de Janeiro), na Rua Francisco Sá esquina de Av. Atlântica, em Copacabana. A RioLuz disse que houve "sobreaquecimento nos cabos", mas não esclareceu nem o porquê, nem que proteções o sistema dispõe para evitar isto.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 19/10/16 um bueiro da Light (CI) na Av. Cônego Vasconcelos (no trecho popularmente conhecido como "Calçadão de Bangú"), apresentou várias pequenas explosões e assustou pedestres, principalmente pela proximidade (praticamente em frente), com o supermercado Guanabara, sem vítimas.
  A concessionária Light afirmou que constatou uma "tentativa de furto de energia, que pode ter ocasionado a explosão", porém não explicou porquê o ladrão faria um gato na rede subterrânea (que é inspecionada periodicamente), e não em uma saída aérea, ou de um outro consumidor, que poderia ser feita de forma discreta.
  Pedestres registraram o ocorrido, que teria emitido chamas e fumaça depois.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - RJ.

  Em 25/09/16 houve uma explosão em CT - Câmara Transformadora - na Avenida Gomes Freire 167, próximo à esquina com a Rua do Senado, na Lapa, que feriu oito pesoas que saíam de uma comemoração de aniversário no restaurante em frente.
   Testemunhas disseram que antes do acidente faltou luz e havia uma equipe da Light verificando a rede na região. Quando retornou, a luz "veio fraca" (provavelmente energizaram o ramal em curto-circuito) e logo depois houve a explosão.
  Ginaldo Ramos, gerente do Hotel Gomes Freire, disse que as chamas atingiram o segundo andar do estabelecimento, e que o acidente teria sido mais grave se não estivesse chovendo.
  Uma moradora na vizinhança disse que ao ouvir a forte explosão, desceu para ver o que tinha acontecido, viu as pessoas com o corpo todo queimado, e prestou assistência para uma garota, que estava com o cabelo queimado e queimaduras por todo o corpo. "Cheguei a achar que ela estava com uma meia-calça no braço, mas era a pele dela". Provavelmente teria sido a atriz Aline Pais, de 24 anos, que sofreu queimaduras em 68% do corpo e foi internada em estado grave no Hospital da Força Aérea do Galeão, respirando por aparelhos, sedada.
  A Light publicou nota em sua página na internet: "A Light aproveita para reafirmar seu compromisso com os 4 milhões de clientes, que é prestar um serviço essencial para a vida das pessoas e o desenvolvimento dos 31 municípios onde está presente". Porém, não explicou porque continua sem garantir a segurança da população.
  Lamentavelmente, a atriz Aline Pais faleceu na noite de 01/11/16.
  A foto mostra o serviço na manhã seguinte.

 

Oito vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em obra da CEG - RJ.

  Em 22/09/16 uma tubulação da CEG em frente ao prédio da Rua Buenos Aires 68 próxima à Av. Rio Branco, no Centro, explodiu por volta das 9:00 h, sem vítimas.
  Houve fogo, que durou cerca de dez minutos, e após apagado, ocorreu forte cheiro de gás. Em nota, a CEG informou que apuraria as causas deste incidente e que todas as medidas de segurança haviam sido tomadas. O tráfego na Avenida Rio Branco foi interrompido, bem como a circulação do VLT, nos dois sentidos.
  Porém na tarde do mesmo dia, ocorreram chamas em outros dois pontos da rede da CEG próximos, e apesar da área estar isolada, três pessoas que estavam trabalhando no local se feriram. Um queimou o braço, outro queimou várias partes do corpo e o terceira torceu o pé ao tentar correr. "No primeiro evento houve um barulho alto, depois pegou fogo, mas não vimos nenhum ferido", disse o segurança do banco Itaú Rafael Sousa.
  O vídeo mostra o ocorrido.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - PR.

  Em 7/06/16 houve uma explosão em bueiro (CI) na Rua José Loureiro, em Curitiba, com grande estrondo, mas felizmente sem feridos.
   O impacto chegou a quebrar a tampa de ferro e causou leve tremor. Depois da explosão, outras caixas subterrâneas nas imediações começaram a soltar fumaça, causando apreensão em pedestres e funcionários do comércio na região.
  A Copel foi acionada para verificar a situação e os técnicos da empresa confirmaram que "houve curto-circuito, mas de pequenas proporções". Informalmente, um dos técnicos disse que um cabo "pode ter causado a explosão ao se romper".
  Câmeras de segurança registraram a explosão.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - MG.

  Em 21/05/16 houve uma explosão na rede subterrânea da Cemig perto da Avenida Amazonas com rua Rio Grande do Norte, no Barro Preto, na região Centro-Sul da capital, noticiou o O Tempo.
  Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para conter o incêndio e fumaça que saíam do bueiro.
  A Cemig enviou uma equipe ao local e levantou a hipótese que "algum objeto inflamável tenha sido jogado na caixa de passagem, causando o incêndio".

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 13/05/16 houve uma explosão em dois bueiros da Light na calçada da Rua Alberto de Campos, esquina com Farme de Amoedo, em Ipanema. Os bombeiros foram acionados, mas não houve feridos. Equipes da concessionária foram ao local para identificar o que causou o problema, e isolaram a área com fitas.
  Segundo o morador José Cazar, a explosão provocou falhas no fornecimento de energia. Ele escutou uma explosão muito forte e ao chegar ao local, viu muita fumaça saindo dos bueiros. As luzes das casas piscaram.
  Pela descrição, houve um distúrbio elétrico na rede subterrânea, provavelmente um curto-circuito. A imagem de José Cazar mostra um dos bueiros, uma CI.

 

Mais uma explosão.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 15/04/16 houve uma explosão na rede subterrânea da Light na Rua Anita Garibaldi com a Rua Tonelero, em Copacabana, zona sul do Rio.
  O Corpo de Bombeiros informou que a explosão não teve fogo nem feridos, e uma equipe do quartel do bairro foi ao local para realizar a prevenção até a chegada da equipe da companhia de energia elétrica.
  Procurada pela BandNews FM, a assessoria de imprensa da Light não informou o motivo da explosão.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - MG.

  Em 18/01/16 houve uma explosão em CT - Câmara Transformadora - na Rua Tamoios esquina com a Rua da Bahia, no Centro de Belo Horizonte, segundo o G1.
  Não houve feridos, porém 30 quarteirões ficaram sem luz.
  Em nota, a Cemig informou que a "falha em um transformador da rede subterrânea da empresa provocou um incêndio na câmara da rede". A companhia desligou emergencialmente a rede elétrica do entorno da Praça Sete, para que o Corpo de Bombeiros trabalhasse e aguardou a conclusão do trabalho deles para fazer o restabelecimento e a manutenção do sistema elétrico.
  Apesar das chamas e explosões terem ocorrido somente na manhã da segunda-feira, segundo comerciantes da região o forte cheiro de queimado já era sentido por todos desde o sábado 16, o que aponta para o sobreaquecimento de cabos na rede sem proteção - a "queima livre".
  Imagem de Mariana Cordeiro mostra o local.

 

Mais uma vez, atribuem falha a equipamento, não ao sistema.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - RJ.

  Em 26/10/15 houve uma explosão em bueiro (CT - Câmara Transformadora) na Rua Constante Ramos, esquina com Rua Barata Ribeiro, em Copacabana, Rio de Janeiro, que lançou um pedaço de asfalto no teto do táxi de Roberto Nunes da Silva.
  Uma coluna densa de fumaça e um forte cheiro de gás subiram logo após a explosão. Moradores do prédio em frente ao bueiro precisaram deixar seus apartamentos como medida de segurança. A área foi isolada.
  Em nota, a Light disse que "nos últimos cinco anos investiu R$ 400 milhões em obras de modernização e manutenção da rede subterrânea, reduzindo em 90% o número de incidentes desta natureza", e que "prestou toda assistência ao taxista".
  Conclui-se que todo este dinheiro não foi aplicado na eliminação das causas, uma vez que o problema continua.
  A ANEEL disse que "nos últimos anos multou a Light em R$ 10 milhões devido a este problema", mas sem discriminar quanto foi efetivamente pago e quanto está sob apreciação de recursos judiciais. Fica patente que multas não acabam com o problema.
  Uma vez que houve dano ao táxi, deve ser verificada a aplicação da Lei Municipal 5455/2012, sancionada em 15/06/2012, que estabeleceu a aplicação de multa de R$ 500 mil à concessionária responsável pela ocorrência. A Prefeitura não se manifestou a respeito.
  As fotos de Gabriel de Paiva mostram o ocorrido, felizmente sem vítimas.

 

Mais uma explosão, mais uma desculpa da Light.
Taxista será indenizado?

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - RJ.

  Em 08/05/15 houve uma explosão em bueiro (Câmara Transformadora) na Av. Ataulfo de Paiva 135, no Leblon, Rio de Janeiro, que atingiu dois funcionários da Light, encaminhados ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.
  A Light disse que "não houve explosão", que "os técnicos não tiveram ferimentos" e que "está apurando as causas da ocorrência". Tal comunicado dá a entender que nada houve.
  A foto de Márcia Foletto mostra a entrada da CT.

 

Mais uma explosão.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em CI - RJ.

  Em 30/04/15 houve explosões em bueiros (CI) na Rua Joana Angélica, esquina com a Rua Visconde de Pirajá na Praça N. S. da Paz, em Ipanema, Rio de Janeiro, que felizmente não deixou feridos.
  Logo após as várias explosões, uma fumaça espessa foi expelida de duas CI. Testemunhas disseram que o cheiro era horrível e que as chamas que saíram dos bueiros chegavam a 1,20 m de altura. Devido ao incidente, a Rua Joana Angélica foi fechada ao trânsito por cerca de 10 horas.
  Segundo a Light, "não houve explosão", tendo o fato sido decorrente de "um defeito num cabo de baixa tensão da rede subterrânea". Ainda segundo a distribuidora, a queima do cabo, ocasionando fumaça, "é um mecanismo de segurança para evitar maiores danos ao sistema elétrico", tanto que "o fornecimento de energia não foi afetado na região".
  Conforme artigo publicado do eng. Estellito Jr., tal "mecanismo de segurança" é a queima-livre, um recurso barato (pois não utiliza fusíveis e sacrifica o cabo elétrico ao permitir que ele opere além de sua capacidade), e que coloca a continuidade operacional acima das normas técnicas e da segurança da população.
  A continuidade das explosões confirma que todas as medidas tomadas até o momento foram inócuas, não tendo removido as causas do problema.
  A foto de Malu Fernandes mostra a fumaça saindo de uma das CI.

 

Light diz que isto é seguro.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 13/04/15 houve uma explosão em bueiro (CI) na Rua Leopoldo Miguez 116, em Copacabana, Rio de Janeiro, junto à esquina com a Rua Xavier da Silveira.
  A Light não informou as causas para o telejornal Bom Dia Rio, mas testemunhas disseram a CI, assim como as adjacentes, estava cheia d'água.
  Felizmente sem feridos, o evento não afetou o fornecimento de energia graças à configuração "reticulada" da rede de baixa tensão, mas afetou cabos de fibra ótica de serviços de comunicação na região, que compartilham os dutos.
  A foto mostra o bueiro no dia seguinte.

 

Explosões continuam.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - MA.

  Em 26/01/15 explodiu um bueiro na Avenida Daniel de La Touche, uma das vias mais movimentadas de São Luís, Maranhão, atingindo o carro de Ana Beatriz Silva, comprado há um ano. Ela trafegava normalmente quando o bueiro explodiu e a tampa foi projetada a 30 metros.
  O carro ficou com a lateral destruída, para-brisa e o vidro do passageiro quebrados, e retrovisor arrancado com a força do impacto.
  O site G1 entrou em contato com a Prefeitura de São Luís para saber quem arcaria com as despesas de Ana Beatriz: a prefeitura ou a concessionária Caema, mas não teve retorno.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 25/01/15 houve uma explosão em bueiro (CI) na Rua Paissandu, entre as ruas Marquês de Abrantes e Senador Vergueiro, no Flamengo, Rio de Janeiro. Testemunhas contaram que depois do estrondo as chamas atingiram até dois metros de altura. Felizmente sem feridos.
   Segundo o porteiro Antônio Caetano, do edifício número 88, ele ao ver o fogo pegou o extintor do prédio e conseguiu apagar. Quando os bombeiros chegaram, já estava apagado, mas devido ao forte cheiro de gás, ele desligou a entrada de gás do prédio".
  A CEG não confirmou vazamento de gás. A Light informou que o problema foi causado por um "defeito na rede de baixa tensão", mas que não foi necessário interromper o fornecimento de energia na localidade.
  Entendemos que a continuidade operacional é graças à configuração "reticulada" e sem proteção da rede de baixa tensão.
  A reportagem da Record trouxe mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 14/01/15 houve uma explosão em bueiro (CI) na Rua Erasmo Braga, junto ao edifício-garagem Menezes Côrtes, no Centro da cidade do Rio de Janeiro.
  De acordo com testemunhas, uma mulher teria ficado ferida ao desmaiar. A via é de acesso somente para pedestres e recebe grande fluxo.
  A Light informou que "não ocorreu explosão; após defeito em um cabo, por volta das 15:20 h, a tampa de caixa de inspeção da Light se deslocou".
  O que a Light não explicou foi a origem da energia capaz de "deslocar a tampa". Entende-se ter sido exatamente a explosão ocorrida.
  Diversos vendedores ambulantes naquele local disseram ter havido uma forte explosão, que levou as pessoas dos prédios em volta a aparecerem nas janelas, seguida da emissão de uma fumaça vermelha.
  Felizmente sem feridos, o evento não afetou o fornecimento de energia, graças à configuração "reticulada" da rede de baixa tensão. A foto mostra o bueiro no dia seguinte, como se nada tivesse acontecido... Ressalte-se que o mesmo bueiro soltou fogo apenas sete dias depois, denotando o estado crítico da rede.

 

Explosões continuam.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em CI - SP.

  Em 23/12/14 houve um incêndio em transformador de linha aérea seguido de explosão na rede subterrânea na rua Basílio da Cunha, junto ao Parque da Aclimação, na zona sul da capital.
  Um vídeo foi enviado pela moradora Elza Sanchez para o SPTV, mostrando que pelo menos dois bueiros (CI) explodiram. Ele está disponível na página do SPTV.
  Foi divulgada no SPTV a versão dos bombeiros para a causa do evento, que teria sido "queda dos fios da rede aérea rompeu a tubulação de gás". A justificativa da concessionária Eletropaulo é desconhecida; a Comgás interrompeu o fornecimento na rua.
  Segundo o consultor eng. Estellito Jr., a "causa" apontada pelos bombeiros não encontra respaldo nas imagens, pois não foi registrada queda da fiação, bem como a tubulação de gás é enterrada e independente da rede elétrica subterrânea. Uma versão mais plausível seria o sistema da região ter entrado em sobrecarga devido à falha no transformador e os cabos da rede subterrânea de baixa tensão, por serem desprovidos de proteção pelo sistema "queima-livre", passaram a operar muito acima de sua capacidade, o que resultou na explosão.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 9/12/14 ocorreu a explosão de um bueiro - CI - da Light no calçadão de Nova Iguaçú, na Baixada Fluminense, que logo em seguida propagou fogo para dois postes, gerando pânico e fazendo correr as pessoas que estavam na mais movimentada via comercial da cidade.
  Parte do calçadão ficou sem luz, e diversas lojas tiveram o expediente encerrado.
  A empresa de energia foi procurada, mas não esclareceu a causa do incidente. A foto mostra o local.
 

 

Sem feridos.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - SP.

  Em 31/10/14 ocorreu a explosão de um bueiro da Eletropaulo na Avenida São Luís, em frente ao número 187, na República, Centro de São Paulo e feriu pelo menos duas pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou sete viaturas ao local.
  Segundo o Terra, a Comgás (Companhia de Gás de São Paulo) confirmou que a explosão não aconteceu na tubulação da empresa.
  Em nota, a Eletropaulo informou que a explosão foi causada por um "problema técnico na rede elétrica", o que não explicou nada. A foto mostra o local.
 

 

Ao menos dois feridos.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 17/10/14 a explosão de um bueiro na Rua Barão da Torre em frente ao número 111, em Ipanema, assustou moradores e pedestres. Segundo o jornal O Povo, os Bombeiros foram chamados e a área foi isolada.
  Segundo os moradores, foram dois estrondos e uma chama de fogo saiu do buraco junto com a tampa.
  O fornecimento de energia não foi afetado - característica da rede network.
  Após o ocorrido, a Light trocou o trecho do cabo - como sempre faz neste sistema "queima-livre". Não há informação de feridos em mais uma ocorrência destas, o que demonstra que o problema continua.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 06/10/14 a explosão de um bueiro assustou moradores, pedestres e motoristas que passavam pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na altura do número 395, perto da Rua República do Peru, em Copacabana.
  O problema elétrico causou muita fumaça, obrigando os bombeiros a interditar uma faixa de tráfego de veículos da Av. N. S. de Copscabana. Não há informação de feridos.
  A Light informou não ter registrado "qualquer explosão ou deslocamento de tampa em caixa subterrânea da companhia", bem como que "não houve fogo nem interrupção no fornecimento de energia na região". Entendemos que a explosão não afetou o fornecimento porque a continuidade operacional é uma característica da configuração "queima-livre", empregada na rede da Light conforme seu Relatório de 18/04/2011.
  A Light disse que verificará a ocorrência do centelhamento de cabos, que ocasionou fumaça em caixa de inspeção, porém não informou quando divulgará as reais causas das explosões e quais as medidas para eliminá-las uma a uma.
  Mais uma ocorrência que denota o problema não ter sido resolvido.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CT - DF.

  Em 25/08/14 explodiu uma subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB), no subsolo do Conjunto Nacional, um dos mais populares centros de compras de Brasília, que deixou dois funcionários feridos: Cleuber Barros Marques, 40 anos, em estado muito grave, com 90% do corpo queimado, e Melquisedeque Barbosa Castro, 31, com aproximadamente 15% do corpo queimado. Ambos foram encaminhados ao Hospital Regional da Asa Norte.
  O motivo da explosão é desconhecido.
  Em 19/02/2013, houve uma explosão similar na subestação do subsolo do prédio que abriga os Ministérios dos Transportes e das Comunicações, que interrompeu a energia em 10 ministérios. O edifício precisou ser esvaziado por conta da forte fumaça que tomou conta do local, mas não houve registro de feridos.
  A foto mostra o atendimento médico aos feridos, no subsolo.

 

Dois feridos.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 01/06/14 explodiu um bueiro na Rua das Laranjeiras, na Zona Sul. De acordo com o Corpo de Bombeiros, homens do quartel do Catete foram acionados após o bueiro apresentar chamas e muita fumaça. O incidente assustou as pessoas que passavam pelo local, mas felizmente não houve vítimas.
  Não houve informações sobre as causas do problema. Não tendo havido vítimas, não se aplica a multa de R$ 500 mil conforme previsto na Lei Municipal 5455/2012.
  A Light enviou uma equipe ao local e constatou que o bueiro não faz parte de sua rede, mas da CET-Rio, Companhia de Engenharia de Tráfego.
  Apesar da declaração insinuar uma isenção de culpa, seria necessária um perícia para confirmar se havia interligação entre as redes, pois a explosão pode ter sido originada na rede da Light e se propagado para a outra.
  A foto mostra os serviços de reparos pela equipe da Light.

 

Bueiro CET-Rio.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SP.

  Em 06/02/14 explodiu um bueiro na esquina das ruas Augusta e a Alameda Jaú, na região dos Jardins. O fornecimento de energia foi interrompido na região e três funcionários da AES Eletropaulo que estavam trabalhando em um caixa subterrânea da empresa ficaram feridos, sendo que um deles foi para o Hospital São Paulo, sedado na unidade de queimados e em estado grave. Nem o hospital nem a Eletropaulo divulgaram seu nome. O caminhão da Eletropaulo estacionado próximo ficou totalmente destruído.
  A imprensa publicou ter havido uma "explosão em tubulação da Comgás", provavelmente porque as chamas demoraram um bom tempo para serem extintas, mas as seguintes características nos levam a apontar ter havido uma explosão na rede subterrânea de energia elétrica, sem contribuição do gás encanado:

  • Os funcionários da Eletropaulo estavam executando serviços de eletricidade e não de obras civis;
  • Tubulações da Comgás não passam por dentro de caixas da Eletropaulo;
  • O pessoal da Eletropaulo antes de entrar no bueiro faz avaliação de presença de gás, e o sensor permanece ligado durante todo o tempo;
  • O gás encanado é aromatizado e seria sentido pelos eletricitários caso estivesse vazando;
  • Em 28/06/11 um bueiro no Flamengo, Rio de Janeiro, apresentou evento semelhante e a causa foi curto-circuito na caixa de junção, do mesmo tipo que a mostrada abaixo;

  Uma vez que houve feridos e que as explosões ameaçam a segurança da população, o bueiro deveria ter sido interditado até que a perícia fotografasse tudo. Na ânsia de retornar o fornecimento de energia, o cenário do evento foi violado com as ações de manutenção da Eletropaulo.
  As fotos UOL e Futura Press mostram os detalhes: combate ao incêndio, caixa de junção ao lado do bueiro e o caminhão da Eletropaulo.

 

Três queimados.
Caixa de junção.
Caminhão Eletropaulo.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 31/01/14 explodiu um bueiro na Rua Maria Quitéria, junto ao número 46, em Ipanema. O Corpo de Bombeiros informou que a explosão aconteceu às 22:55 h e que o tampão foi arremessado. Segundo o jornal O Dia, a Light disse que "não houve explosão, mas um "deslocamento de tampa" (?!) Esta declaração sem sentido vem se tornando "padrão", provavelmente para se esquivar da multa de R$ 500 mil por explosão de bueiro com vítimas, conforme previsto na Lei Municipal 5455/2012.
  Junto ao bueiro, o Bar Barthodomeu precisou ser fechado. Os clientes que estavam no local no momento da explosão fugiram com medo. Muitos deles não pagaram a conta.
  Um turista de Santa Catarina ficou ferido. Segundo policiais do 23º Batalhão (Leblon), o turista foi levado com sangramento na perna esquerda para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, onde levou quatro pontos e teve alta ainda de madrugada.
  De acordo com a concessionária, a explosão "não afetou o fornecimento de energia na região", ressaltando a vantagem do sistema reticulado nestas situações.
  A foto mostra os serviços de reparos na CI envolvida no evento.

 

Um ferido.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 15/01/14 explodiu um bueiro na Rua Visconde de Pirajá 224, entre as ruas Farme de Amoedo e Vinicius de Moraes, em Ipanema. Nas redes sociais houve vários relatos de pânico. A Light não falou em explosão, mas confirmou um "deslocamento da tampa" devido a "defeito em cabo de energia".
  Ninguém ficou ferido.
  Entendemos que a energia necessária para "deslocar uma tampa" foi a liberada pela explosão; logo, houve sim uma explosão.
  A foto mostra os serviços de reparos em uma CT envolvida no evento.

 

Para a Light foi deslocamento de tampa...

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiros - RJ.

  Em 03/01/14 explodiram quatro bueiros na Praça Saenz Pena em frente ao prédio 55, Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Em nota, a concessionária não fala em explosão, mas em "deslocamento de três tampas que pertencem à sua rede e uma tampa de outra concessionária". Moradores da região ficaram sem luz, mas ninguém ficou ferido.
  Na manhã do sábado 04/01/14 técnicos da Light realizaram reparos no cabo subterrâneo que apresentou defeito e causou a explosão. A Light disse que "as causas do defeito serão investigadas". Como de costume, sem precisar quando as divulgará.
  Testemunhas contaram que as explosões causaram pânico em quem passava pelo local. O porteiro do edifício em frente, Edilberto Caldas Júnior, contou ter visto chamas saindo dos bueiros e que na lanchonete Bob's houve uma correria. "A tampa do bueiro voou cerca de dez metros e pegou fogo. O barulho foi tão grande que achei que um prédio tinha caído" - disse ele.
  A foto mostra os serviços de reparos em uma das CI no dia seguinte, quando geradores foram colocados pela Light para manter o prédio com energia.

 

A Light disse que vai investigar as causas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiros - RJ.

  Em 06/12/13 explodiram sete bueiros na Rua Barata Ribeiro junto ao número 793, em Copacabana, na Zona Sul. Deste sete, três pertencem à Light - caixas de inspeção (CI) - e os outros quatro são de diferentes concessionárias. O fogo foi controlado pelos bombeiros.
  Em nota, a assessoria da Light negou ter havido uma explosão e informou que "houve um curto-circuito em um cabo de baixa tensão, em duas caixas subterrâneas na esquina das ruas Xavier da Silveira e Barata Ribeiro, que teria provocado fumaça e um pequeno deslocamento das tampas após a chegada das equipes da concessionária ao local". Sobre as outras caixas, a Light declarou lacônicamente que "as outras quatro caixas envolvidas pertencem a outras concessionárias de serviços públicos e não têm qualquer ligação com a rede de distribuição da Light".
  Com a explosão, pelo menos uma das tampas dos bueiros se partiu ao meio. O porteiro Claudio Fernandes que trabalha em um prédio a 20 metros do local da explosão, disse que as luzes da portaria do prédio começaram a piscar. Ao sair para ver o que havia acontecido, ele relata ter visto fogo saindo do bueiro na esquina da Rua Xavier da Silveira com a Rua Barata Ribeiro e em seguida uma explosão, seguida de outra, deixando um cheiro de borracha queimada, mas sem faltar luz no prédio.
  Estes sinais revelam a funcionalidade do sistema de "queima-livre" adotado pela Light: os cabos secundários são colocados sem proteção contra sobrecargas ou curto-circuitos, e a configuração "network" permite que os consumidores porventura impactados sejam alimentados por outros ramos, não resultando em falta de energia. A contrapartida é o risco para a população com os eventos de fogo, fumaça e explosões.
  Neste caso, felizmente sem vítimas. A ocorrência foi pela manhã e a manutenção seguiu até o dia seguinte.
  A foto mostra os serviços de reparos durante a noite.

 

Para a Light não houve explosão.

---------------------------------------------------------------------------

:. De novo, explosão em bueiro - MG.

  Em 30/11/13 voltou a explodir o mesmo bueiro da Rua Delfim Moreira, Centro de Varginha, que já havia explodido em 27/11/13. Curioso que em 27/11/13 a Cemig havia dito que "não existia risco de novo curto-circuito, incêndio ou explosões no local". Desta vez, a Cemig disse que houve a queima do fusível responsável pela proteção da rede elétrica do quarteirão. O motivo da queima não foi divulgado e segundo a Cemig "não há riscos de novas ocorrências, já que desta vez a energia elétrica no trecho foi desligada". Parece que tal risco estará afastado apenas enquanto a rede estiver desligada.
  Testemunhas disseram que as explosões foram fortes e o reestabelecimento da energia elétrica só foi feito depois de 8 horas.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - MG.

  Em 27/11/13 explodiu um bueiro na Rua Delfim Moreira, Centro de Varginha, que gerou muita fumaça. Parte da rua foi interditada e várias lojas ficaram às escuras.
  Em nota, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que um curto-circuito ocorreu e que demorou a realizar o conserto por causa da presença de fumaça tóxica no local. Por segurança a energia elétrica foi desligada em um trecho da rua e cerca de 115 consumidores ficaram sem energia. A CEMIG disse também que "não existe risco de novo curto-circuito, incêndio ou explosões no local". A energia foi restabelecida depois de 12 horas.
  A foto do G1 mostra o bueiro liberando fumaça.

 

Mais uma na CEMIG.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em CI - RJ.

  Em 22/06/13 explodiu um bueiro da Light na esquina entre a Rua Almirante Guilhem e a Avenida Ataulfo de Paiva, em frente ao shopping Rio Design Leblon. Testemunhas afirmaram não ter havido chamas, porém um grande estrondo seguido por fumaça, assustou os clientes do shopping. Um funcionário da Light que trabalhava no local, mas que não teve seu nome divulgado, foi atingido e ficou desacordado.
  Apesar dos testemunhos, a assessoria da Light informou que "não houve uma explosão", mas "um curto-circuito que acabou ferindo o funcionário" que fazia a manutenção de rotina no bueiro. Ele foi atendido por uma equipe médica dos Bombeiros e levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul, com "apenas ferimentos leves".
  Ressalte-se que neste caso de explosão de bueiro com lesão corporal, deveria ter sido aplicada a Lei Municipal 5455/2012 que estabelece multa de R$ 500 mil à concessionária.
  A ocorrência repetiu o ocorrido em 19/06/11 na Rua Conde de Bonfim 615, na Tijuca, quando Haendel Melo de Albuquerque, eletricista a serviço da Light, teve queimaduras em 40 % do corpo quando o bueiro que trabalhava explodiu.
  O Globo noticiou o fato em 23/06/13 na pg. 26, juntamente com uma delaração do especialista eng. Estellito Rangel Jr. que o fim das terceirizações não acabaria com as explosões.

 

funcionário ferido.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro de água - RJ.

  Em 19/05/13 um problema em um bueiro na Avenida Borges de Medeiros 3265, sentido Gávea, na Lagoa, assustou moradores que suspeitaram de explosão. Equipes da Light, da CEG e da Cedae foram deslocadas para o local e chegaram à conclusão que houve "problema na trava de segurança da tampa". Segundo Sandro José, 34 anos, que trabalha como porteiro em um prédio em frente ao local, um veículo passou e a arremessou até a calçada, provocando forte estrondo. Segundo ele, a tampa estava assim há dias, meio solta, e "ninguém resolveu nada".
  A hipótese de explosão foi descartada, já que não havia ligações com as estruturas da Light e da CEG.
  Na foto, técnicos da Cedae - companhia de distribuição de água e esgoto - fizeram o reparo.

 

reparo.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - ES.

  Em 05/05/13 na Rua Ademar Pianao, no bairro Santa Cruz, em Linhares, ES, o Fiat Uno placa JNA-8744 ficou totalmente destruído pelo fogo que começou em um bueiro e passou para o carro no momento em que o motorista trafegava sobre o local. Segundo os policiais que lavraram o Boletim de Ocorrência, o condutor do carro disse que ouviu um barulho estranho antes do veículo pegar fogo.
  Testemunhas disseram que a chama expelida pelo bueiro consumiu o Uno em pouco tempo, mas não houve registro de feridos. A suspeita que alguém tivesse ateado fogo em algum objeto dentro do bueiro exatamente no momento que o carro estivesse passando sobre ele não ficou evidenciada, e pelo relato do motorista, tudo indica ter sido uma explosão na rede subterrânea de energia elétrica, como ocorre no Rio de Janeiro e São Paulo.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 28/04/13 explodiu um bueiro da Light na travessa Carlos de Sá, perto da rua Andrade Pertence, no Catete, Rio, assustando os moradores. Segundo a Light, houve um "defeito no cabo de energia".
  Segundo o Google Street View, a Light efetuou obras na região em agosto de 2011.

 

obras.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - MG.

  Em 27/03/13 explodiu um bueiro na avenida Olegário Maciel, no centro de Belo Horizonte, por volta das 13:15 h, assustando os pedestres. Bombeiros verificaram que houve um curto-circuito na rede subterrânea da Cemig que atravessa o local, provocando muita fumaça. Pela versão do bombeiro entrevistado, "a fumaça não tinha para onde ir, fez pressão e lançou a tampa para o alto". Ninguém ficou ferido.
  O vídeo da Rede Record mostra mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 21/02/13 explodiram três bueiros na rua Gago Coutinho, em Laranjeiras, zona sul do Rio, de acordo com funcionários do Colégio Edem, que fica no número 14 da rua. Segundo a Light, houve "apenas fumaça devido a um defeito em cabo subterrâneo".
  A rua ficou algumas horas sem energia. Conforme pode ser visto no Google Street View, em agosto de 2011 a Light efetuou uma obra naquele ponto.

 

obras.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em bueiros - SP.

  Em 22/01/13 explodiu por volta das 5:30 h um bueiro no largo de São Bento, centro de Sâo Paulo. Duas equipes dos bombeiros foram até o local e controlaram o fogo rapidamente. Ninguém se feriu. Uma equipe da AES Eletropaulo também se dirigiu ao local, mas não divulgou a causa da explosão.

  No sábado 19/01/13 outras duas explosões aconteceram na Avenida Angélica, zona Oeste da cidade. Após vistoria no local, a AES Eletropaulo e a Comgás informaram que "o problema foi elétrico, e não no bueiro".

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 11/12/12 explodiu um bueiro (CI) na Av. N. S. Copacabana perto da Rua Rodolfo Dantas, atingindo uma moto que veio a pegar fogo. O motociclista conseguiu escapar. Minutos depois outro bueiro próximo explodiu, assustando os pedestres.
  Segundo uma declaração do CREA-RJ, "o combustível da moto vazou e causou a explosão", porém conforme pode ser visto no vídeo abaixo, a explosão ocorreu logo após a moto parar no semáforo, o que invalidou a hipótese. O vídeo mostra mais detalhes e ressalta que segundo lei municipal e o TAC assinado com o Ministério Público Estadual, existe previsão de multa, porém depende de laudo pericial que aponte o responsável.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 7/11/12 segundo o jornal O Globo explodiu um bueiro (CI) no canteiro central do Aterro do Flamengo, sentido Centro, na altura da churrascaria Porcão Rio's.
  Bombeiros estiveram no local para controlar as chamas e a fumaça densa e preta que saía. Funcionários da Light e da RioLuz disseram que os fios ficaram pegando fogo um bom tempo. O bueiro tem fios das duas empresas. Devido ao problema, o retorno ficou interditado.

 

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 20/10/12 explodiu um bueiro (CI) na Rua Senador Vergueiro, no Flamengo. Pelo menos quatro explosões foram ouvidas, que assustaram moradores e clientes de restaurantes da rua.
  Uma densa fumaça preta saiu do bueiro localizado na calçada do restaurante Planalto do Chopp. Não houve vítimas. Com medo que o bueiro explodisse, os próprios comerciantes retiraram a tampa antes da chegada dos técnicos da Light. A empresa informou que "não houve explosão", porque trata-se de uma caixa de passagem, apenas com cabos, sem equipamentos de rede, como transformadores. Segundo a Light, o barulho ouvido por quem estava próximo ao bueiro foi causado por "defeito num cabo de baixa tensão que entrou em curto". A configuração da rede secundária (network) permite que nestes casos não haja interrupção no fornecimento de energia.

 

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Também em Brasília - DF.

  Em 08/10/12 explodiu um bueiro da concessionária CEB, em Brasília, na quadra 307.
  A CEB disse que não houve vítimas e que o "sistema é seguro".
  Um empregado da CEB disse que não houve falta de luz porque os consumidores foram supridos por "outra parte da rede", o que denota a rede ter sido projetada com a mesma configuração reticulada empregada na Light do Rio de Janeiro.
  O vídeo mostra mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SP.

  Em 26/09/12 explodiu um bueiro na Rua Álvares Penteado, no centro de São Paulo.
  O vídeo abaixo mostra o flagrante dado pela TV Record no programa Cidade Alerta, porém causou estranheza ouvir o apresentador Marcelo Rezende dizer que "não diria mais o local das explosões de bueiros". Qual seria a razão para a população ser subtraída desta importante informação?

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 04/09/12 saiu fumaça de um bueiro na Rua da Matriz, em Botafogo. De acordo com moradores, por volta das 02:00 h da madrugada um pico de luz atingiu as residências da rua e deixou alguns apartamentos sem energia. Segundo a moradora Juliana Feltz, às 06:00 h um bueiro soltou fumaça após três fortes estrondos. "Todo mundo acordou e começou a colocar a cabeça pra fora das janelas para ver o que estava acontecendo. Veio uma equipe da Light, foi embora, e depois veio outra equipe maior que isolou o local", disse, acrescentando que nos prédios alguns apartamentos tinham luz, outros não.
  Segundo a Light, o problema foi ocasionado por um "defeito em um cabo da rede subterrânea" e alguns clientes ficaram sem luz.
  Uma vez que as testemunhas apontaram estrondos, este evento deve ser classificado como explosão, sendo a fumaça, uma consequência.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - MG.

  Em 14/08/12 explodiu mais um bueiro da Cemig, desta vez no encontro da Avenida Brasil com a Rua Gonçalves Dias, no bairro Funcionários. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), foram encontrados pedaços de roupas queimadas dentro do bueiro, o que pode ter causado o fogo.
  Os bombeiros foram chamados ao local para apagar as chamas e a área foi isolada. Técnicos da Cemig desligaram a energia elétrica em parte da região para evitar problemas na rede e novas explosões. Eles trabalharam durante a madrugada para trocar a fiação queimada.
  O vídeo traz mais detalhes.

 

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 09/08/12 segundo moradores houve uma explosão de um bueiro na Rua das Laranjeiras, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, por volta das 5:30 h e deixou parte do bairro sem luz. De acordo com a Light o "acúmulo de água em uma caixa subterrânea causou curto e provocou fumaça". A concessionária disse que não houve explosão. Ninguém se feriu.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 06/08/12 explodiu um bueiro da Light na Rua 7 de Setembro, no Centro, Rio de Janeiro. Felizmente sem vítimas, o fato causou susto nos pedestres e comerciantes, uma vez que o bueiro fica em uma calçada estreita. A Light trocou a tampa metálica por outra de fibra.
As explosões de bueiros denotam falhas graves na rede subterânea, como explanado pelo especialista em prevenção de explosões eng. Estellito Rangel Jr. no Programa Debate Brasil 415.
  Esta ocorrência não foi noticiada na mídia.
  Na foto podem ser vistos no canto esquerdo funcionários da Light (capacetes laranja), da Guarda Municipal e transeuntes ao redor do bueiro.

 

 

Sem vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 08/06/12 explodiu um bueiro da Light na Rua 25 A, em frente ao Edifício Mollica, Vila Santa Cecília, em Volta Redonda, RJ. Creuza Silva Braz, que trabalha em uma carrocinha de pipoca na esquina próxima, contou que estava com a irmã quando aconteceu o estrondo, e chegou a ver chamas passando pelos fios de energia. O problema deixou parte da Vila Santa Cecília sem luz por mais de uma hora.
  A Light, por meio de sua assessoria de imprensa, negou que tenha ocorrido uma explosão, informou que os reparos foram feitos imediatamente e a energia reestabelecida logo em seguida. A empresa afirmou que um problema interno em um cliente de média tensão, foi o que causou o desarme daquela linha.
  A foto mostra o local.

 

 

Agora, também no interior.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 08/06/12 pela manhã explodiu um bueiro na esquina das ruas 19 de Fevereiro e Voluntários da Pátria, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. A Light informou ter havido um "deslocamento de tampa" devido a uma "falha no cabo de baixa tensão".
  Os bombeiros informaram não haver feridos. Não houve falta de energia.

 

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 07/06/12 houve uma explosão em bueiro da Light na Rua do Riachuelo 147, Centro. Dois prédios foram evacuados, sendo que um teve seu PC incendiado.
  Segundo a Light um "problema na baixa tensão do circuito" obrigou a empresa a interromper o fornecimento de energia nos prédios 147 e 159. Cerca de 150 moradores, a maioria idosos, tiveram que deixar os prédios.
  O vídeo mostra mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 29/05/12 houve uma explosão em bueiro da Light no Largo dos Leões, no Humaitá. Quatro prédios tiveram que ser evacuados, sendo que antes as luzes piscaram algumas vezes e um forte cheiro de fumaça foi sentido. Cerca de 60 pessoas ficaram na calçada cerca de uma hora e meia.
  A Light nega ter havido explosão, tendo dito que o problema foi causado por um "curto-circuito num cabo de um dos edifícios".
  O vídeo mostra detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão e fumaça em bueiros - RJ.

  Em 26/05/12 dois bueiros da Light explodiram na Rua Debret, no Centro. Dois carros foram atingidos, sendo que um deles, um Ka preto, segundo testemunhas levantou do solo e ficou bastante danificado. Bombeiros, Polícia Civil e técnicos da Light estiveram no local. A Light disse que "está investigando o problema". Pelas imagens divulgadas na mídia, foi em câmara transformadora - CT.

  No mesmo dia, um bueiro na esquina das ruas Belford Roxo e Av. N. S. de Copacabana, em Copacabana, soltou fumaça escura e forte cheiro de queimado.
  A Light disse que o problema em Copacabana foi um defeito em transformador, não tendo havido interrupção de energia.

  A foto mostra o bueiro da Rua Debret.

 

Felizmente, sem vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SP.

  Em 14/04/12, de acordo com populares, ocorreram diversas explosões na rede subterrânea, na altura do número 800 da Avenida Cidade Jardim, em Pinheiros, zona oeste da cidade de São Paulo. Ninguém ficou ferido, sendo que o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a Eletropaulo foram acionadas.
  A avenida teve que ser completamente interditada na altura do cruzamento com a rua Doutor Mario Ferraz, sentido Marginal Pinheiros, durante toda a tarde.
  Na foto, a CI soltando labaredas.

 

 

Sem vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SC.

  Em 21/03/12 explodiu um bueiro na Avenida Gilson da Costa Xavier, na região do camelódromo e do Mercado Público, centro de Florianópolis. Pelo menos três explosões aconteceram por volta das 14:00 h. Segundo a Guarda municipal, existe a suspeita de que o problema seja o mesmo que foi registrado no Rio de Janeiro, quando gás acumulado no solo em contato com caixas de energia causou a explosão de vários bueiros.
  Zuleica Thomé, que testemunhou as três explosões, relatou que uma fumaça preta saiu dos bueiros junto com o cheiro forte de queimado.
  Além da guarda municipal, os bombeiros e empregados da Celesc foram ao local. Não houve registro de feridos.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 15/03/12 explodiu um bueiro da Light e ocorreu presença de fumaça em outros dois na calçada da Avenida Rio Branco, em frente aos números 25 e 31, Centro do Rio, o que levou pânico a pedestres e lojistas. Segundo testemunhas, a tampa de um dos bueiros voou a uma altura de um metro.
  O jornaleiro Élcio Russo disse que o estrondo assustou muita gente. "Sentimos cheiro de queimado e chamamos os bombeiros. Quando eles chegaram, já tinha muita fumaça. Se eles não tivessem isolado a área, com certeza teria acontecido uma tragédia porque a explosão aconteceu num horário que passa muita gente".
  Segundo as testemunhas, a explosão ocorreu após bombeiros levantarem a tampa de um bueiro de onde saía fumaça. O impressor de fotografias, José Paulo Guedes disse que houve um pico de luz de um a dois minutos logo após o estouro. "A máquina onde eu trabalho parou", disse ele.
  Em nota, a Light explicou que "houve fumaça e deslocamento de uma tampa devido a problemas na rede subterrânea, por onde passam os cabos elétricos". A empresa não explicou porque continuam os problemas em sua rede apó as diversas medidas anunciadas. Ninguém ficou ferido.
  A foto mostra a CT.

 

Sem vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 04/03/12 explodiu um bueiro da Light na Av. N. S. de Copacabana, em frente ao número 335. Pedestres relataram que labaredas de fogo e fumaça foram expelidas. Não houve registro de pessoas feridas, porém houve danos materiais. A Light disse ter havido um "deslocamento de tampa" (sem esclarecer de onde veio a energia que provocou tal deslocamento) e que a causa foi "acúmulo de água da chuva perto dos cabos de alta tensaão".
  O advogado Afonso Pereira relatou que a energia de sua casa estava oscilando muito e uma hora depois, houve uma explosão violenta. Pelo menos dois prédios ficaram sem energia. A tampa do bueiro ficou em pedaços.
  O vídeo mostra detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Fumaça e explosão em bueiro - RJ.

  Em 23/02/12 saiu fumaça branca de duas caixas da Light na esquina das ruas Raul Pompéia e Joaquim Nabuco, em Copacabana. Além disto, a tampa de uma terceira caixa, da RioLuz, foi "deslocada". Como consequência, quatro prédios tiveram falta de luz por cinco horas.
  Testemunhas confirmam ter havido um explosão; a Light negou, dizendo que um curto-circuito havia causado o "deslocamento da tampa".
  Como não choveu nos dias anteriores, a Light não pôde dar a costumeira resposta típica de que a fumaça branca era "vapor d'água, resultante do aquecimento da água da chuva em contato com os equipamentos". A foto mostra o local.

 

Sem vítimas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SP.

  Em 06/02/12 explodiu um bueiro na rua Coronel Xavier de Toledo, esquina com o Viaduto do Chá, centro de São Paulo. Felizmente sem vítimas. Segundo a concessionária, houve curto-circuito na caixa de cabos de baixa tensão.
  O vídeo mostra mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 30/01/12 uma explosão em dois bueiros da rede de águas pluviais no armazém 30 do Cais do Porto matou uma pessoa e deixou outras duas feridas. Três navios que seriam carregados nos próximos 45 dias foram desviados para Santos. A empresa Manguinhos tem um oleoduto exatamente entre os dois bueiros que explodiram e é apontada como suspeita de ter sido a responsável pela contaminação da rede.
  O Inea - Instituto Estadual do Ambiente - notificou as empresas Chevron, Ipiranga, Tecmar e Manguinhos. Com a notificação, o Inea determinou que sejam feitos testes para verificar se há vazamentos nas redes. O Instituto também quer informações sobre o tipo de produto que cada empresa manipula e amostras para que o material seja comparado ao encontrado no bueiro que explodiu.
  O vídeo dá mais informações.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão e fumaça em bueiro - RJ.

  Em 23/01/12 explodiu um bueiro da Light na esquina da Av. Cônego de Vasconcelos com a Rua Prof. Clemente Ferreira, em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
  Apesar do susto, ninguém ficou ferido no acidente. Os bombeiros do quartel de Realengo atenderam a ocorrência.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em bueiros continuam - SP.

  Em 17/01/12 um bueiro da AES Eletropaulo explodiu na rua Dr. Frederico Steidel 167, no bairro de Santa Cecília, região central de São Paulo. Quatro placas de concreto, de 250 kg cada, se levantaram e atingiram um veículo que estava estacionado no local.
Os estilhaços e o fogo da explosão atingiram funcionários e uma cliente da pizzaria Mazzerati, que teve parte do teto danificado. O estabelecimento foi interditado pela Defesa Civil. Carros que estavam parados do outro lado da rua também foram atingidos. As chamas chegaram a cerca de 5 m de altura.
  Uma das vítimas, Marcilene Ferreira da Silva, 32 anos, foi encaminhada para a Santa Casa, com queimaduras de 2º grau no rosto, pernas e braços.
  Não é a primeira vez que ocorre uma explosão no local, segundo Thiago Uburana Lucio, sócio da pizzaria, que disse que o dono do imóvel já recebeu uma indenização da Eletropaulo por uma explosão anterior.
  A concessionária disse que teria havido um curto no transformador.
  O vídeo mostra mais detalhes.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em bueiros continuam - RJ.

  Em 04/01/12 três bueiros da Light explodiram na Rua Erasmo Braga, em frente ao Tribunal de Justiça, no Centro. De acordo com bombeiros, o forte calor queimou uma mulher, identificada apenas como Daniela, que passava no local. Ela sofreu escoriações nos braços e teve parte da roupa queimada.
  Um dos bueiros explodiu sob um Fiat Uno, que sofreu avarias. A Light informou que as explosões ocorreram em caixas que contém apenas cabos de energia, o que afasta a hipótese de explosão de transformador.
  A CEG, concessionária de gás, informou por meio de nota que não foi detectada a presença de gás natural nas três caixas de energia elétrica em que houve o acidente, pois realizou testes com a presença de técnicos da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa).
  Estes bueiros passaram por vistoria na primeira semana de dezembro, durante a qual não foi constatado "risco de explosão".
  O artigo escrito pelo especialista eng. Estellito, mostra que as medições ora conduzidas pela prefeitura não avaliam risco de explosão - veja a matéria clicando aqui.
  A foto mostra o local.

 

Explosões continuam no Rio.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em bueiros continuam - RJ.

  Em 10/12/11 um bueiro da Light explodiu por volta das 21:30 h na rua Conde de Lages, na Glória. Um veículo estacionado no local foi danificado. Não há registro de vítimas.
  Testemunhas relataram ter visto labaredas saindo do bueiro, um grande barulho e falha na iluminação. Já a Assessoria de Imprensa da Light garantiu que "não houve nem fumaça nem fogo, apenas um deslocamento de ar" e que a Light "está investigando o incidente".
  A foto mostra o local.

 

Mais uma explosão.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - SP.

  Em 09/12/11 um bueiro da AES Eletropaulo explodiu por volta das 9:15 h na Avenida Dom Pedro I, na região do Ipiranga, na zona sul de São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros ninguém ficou ferido.
  Logo após a explosão o bueiro pegou fogo, segundo os bombeiros. Equipes das empresas Comgás (Companhia de Gás de São Paulo) e da AES/Eletropaulo apuram as causas do incidente.
  A foto mostra o local.

 

Explosões de bueiro em S. Paulo também

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosões em bueiros - SP.

  Em 22/11/11 um bueiro explodiu por volta das 5:30 h no Largo de São Bento, região central de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, houve princípio de incêndio e o fogo foi extinto. As causas da explosão ainda são desconhecidas. A tampa chegou a voar mas não atingiu ninguém, segundo os bombeiros. De acordo com o cabo da PM Márcio Gonçalves que trabalha em uma base próxima ao local e presenciou a explosão, as chamas chegaram a 1 m de altura. Ele contou à rádio CBN que chegou a alertar a equipe do metrô sobre o incidente.

  Em 19/11/11 já havia sido registrada uma explosão em bueiro na Avenida Angélica, próximo ao Elevado Costa e Silva (Minhocão), também no Centro da cidade. Técnicos da AES Eletropaulo e da Comgás foram chamados para verificar a ocorrência. Cinco minutos depois, outra explosão ocorreu neste mesmo bueiro, que começou a soltar labaredas a dois metros de altura. Segundo a AES Eletropaulo, não houve vazamento de gás e o incêndio teria sido provocado pela queima de material plástico, devido a um "curto na caixa de baixa tensão".

  Os bombeiros chegaram rapidamente ao local e ninguém se feriu.

  O vídeo traz mais detalhes do evento de 22/11/11.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão de bueiros - RJ.

  Em 11/09/11 um curto-circuito provocou a explosão de três bueiros da Light dentro do Condomínio Jardim de Alah, na Av. Ataulfo de Paiva, no Leblon. O incidente provocou tremor sentido até o quinto andar dos prédios e forte estrondo que assustou os moradores dos mais de 400 apartamentos, além de funcionários de lojas e shoppings vizinhos. De acordo com o porteiro Valter Nascimento, intensa fumaça começou a sair por um dos bueiros por volta das 11:30 h. A Light foi acionada, mas a equipe chegou ao local depois que as tampas dos três bueiros já haviam ido pelos ares. O Corpo de Bombeiros também esteve no local.

  O sinal de uma operadora de TV a cabo chegou a ser interrompido por alguns minutos, assim como o sinal de alguns provedores de Internet. Entretanto, a Light informou que não houve interrupção no fornecimento de energia. Como não houve registro de vítimas nem danos ao patrimônio, a Light não deverá ser multada.

  O vídeo mostra a equipe da Light no local.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Ocorrências em bueiros - RJ.

  Segundo o Corpo de Bombeiros, em 30/08/11 a tampa de uma caixa subterrânea da CET-Rio voou em uma calçada na esquina da Av. Almirante Barroso com a Av. Treze de Maio, no Centro, por volta das 18:00 h, com um barulho muito forte. Após a tampa ter sido lançada, testemunhas relataram aos bombeiros que viram fumaça saindo do local. Felizmente, ninguém ficou ferido. O dono de uma banca de jornal, localizada ao lado do bueiro, relatou que a tampa voou cerca de 1 m e chamas saíram do bueiro. Um técnico da CET-Rio esteve no local e afirmou que o bueiro tem equipamentos de baixa voltagem que fornece energia para o sinal de trânsito localizado na esquina.
  A CEG mediu a concentração de gás no bueiro e o resultado foi zero.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Explicando as explosões em bueiros - RJ.

  Em 21/08/11, o jornal O GLOBO publicou matéria sobre os frequentes eventos em bueiros e suas possíveis causas. O especialista em prevenção de explosões, eng. Estellito Jr., disse que ainda não foram apresentadas à sociedade, medidas devidamente caracterizadas como de combate às causas identificadas das explosões, estando na verdade, mais ligadas aos planos de expansão da Light.

  O especialista também comentou que o método de "queima livre", adotado na rede do Rio de Janeiro conforme publicado no relatório da Light, contribui para a maior gravidade das ocorrências em bueiros. Ele também ressaltou a necessidade de uma estrutura dedicada à análise das reais causas das ocorrências de bueiros, evitando-se as várias informações desencontradas sobre o assunto, como a abaixo mostrada, disponível no YouTube.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. De novo, bueiros - RJ.

  Em 19/08/11, segundo os moradores da Av. Vieira Souto, Ipanema, Rio de Janeiro, houve uma explosão no bueiro junto à esquina da Rua Paul Redfern; segundo a Light houve apenas "um deslocamento de tampa e fumaça". Em nota, a Light informou que houve furto de 300 m de cabos de sua rede, o que provocou "sobrecarga e aquecimento excessivo", apontados como causas do ocorrido. Segundo a CEG, a análise realizada no local mostrou não haver gás de sua rede neste evento.

  Fica a dúvida se desta vez será aplicada a multa de R$ 100 mil, conforme acertado no TAC da Light com o Ministério Público RJ, uma vez que depende da comprovação de "danos".

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Outra explosão em bueiro - MG.

  Em 09/08/11 explodiu mais um bueiro da Cemig no Centro de Belo Horizonte, no cruzamento da Av. Santos Dumont com a Rua Curitiba.
  Segundo o Corpo de Bombeiros, Marcos Antônio Paulo da Silva, de 32 anos, estava nas imediações e foi atingido pela tampa, tendo sido levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS) com um corte na cabeça e escoriações.
  O evento ocorreu um mês após outra explosão em bueiro, no entanto a Cemig negou haver falta de manutenção e alegou cumprir todos os "padrões internacionais de inspeção da rede subterrânea". A foto mostra o local.

 

Um ferido.

---------------------------------------------------------------------------

:. As causas das explosões em bueiros - RJ.

  Na semana de 18 a 22/07/11 a Light e a CEG trocaram acusações sobre as causas das explosões de bueiros no Rio de Janeiro. Em 20/07/11 a Light disse que das várias ocorrências em caixas subterrâneas, apenas em quatro casos a causa foi exclusivamente elétrica e que em todos os demais casos, "ocorreram explosões por conta da infiltração de gás em instalações da própria Light ou de outras concessionárias". No entanto, a Light não especificou o número de explosões a que se refere, nem que meses foram incluídos neste seu "levantamento". A CEG, por sua vez, disse que apenas em duas ocasiões - na Rua Figueiredo Magalhães em 2010, e na Rua da Assembléia em 2011 - ficou comprovado, por laudo, que problemas com o gás causaram as explosões.

  Desde o início dos eventos não faltaram "especialistas" apontando suas razões, porém hoje já surgem críticas a tais conclusões precipitadas, como a mostrada abaixo, encontrada no YouTube.
  Pelo visto, a situação exige uma análise bem cuidadosa e a solução não é trivial.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Nova explosão em bueiro - RJ.

  Em 18/07/11 mais um bueiro da Light explodiu, desta vez na Rua Camuirano 153, esquina da Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo. Segundo os Bombeiros, Rodrigo dos Santos, 26 anos, fraturou uma das mãos, a vitrine de uma sapataria foi destruída, assim como janelas do prédio e uma motocicleta foram danificadas. A perícia determinará se houve vazamento de gás da CEG naquela região. Segundo moradores, foi notado cheiro de gás antes da explosão.

  A foto mostra o local.

 

Um ferido.

---------------------------------------------------------------------------

:. Mais explosões em bueiros - RJ.

  Em 05/07/11 mais bueiros da Light explodiram. Por volta das 12:00 h explodiu um bueiro na Rua Barata Ribeiro, esquina com Dias da Rocha, Copacabana, cuja tampa levantou cerca de 1,5 m. Felizmente, ninguém ficou ferido. De acordo com a Light, um defeito num cabo de baixa tensão causou o problema. A CEG informou em nota que não havia gás natural no local.
  Às 16:30 h explodiu um bueiro na Rua Sete de Setembro, perto da Praça Tiradentes, Centro. Testemunhas contaram que houve emissão de fumaça e após a chegada da Light, outra explosão ocorreu. Uma hora depois, quando os bombeiros já estavam no local, mais duas explosões ocorreram no mesmo bueiro e levantaram a tampa, felizmente sem causar feridos. O trânsito foi desviado para a Rua do Teatro e a Rua Sete de Setembro foi interditada.

  A foto mostra o bueiro de Copacabana.

 

As primeiras multas começam a ser aplicadas...

---------------------------------------------------------------------------

:. Até na CEMIG - MG.

  Em 04/07/11 um bueiro da Cemig entre as Ruas Carijó e Curitiba explodiu. A área havia sido reformada em 2009, dentro do projeto Centro Vivo, da Prefeitura de Belo Horizonte. Com a reforma, fiação e transformador foram para baixo da calçada. Três explosões consecutivas, acompanhadas de línguas de fogo de mais de dois metros da altura e muita fumaça feriram dois homens, que foram levados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.
  Em nota, a Cemig disse que a explosão provavelmente aconteceu devido a um curto-circuito em um dos cabos, o que liberou calor e provocou um "leve deslocamento" de uma das tampas.
  A foto mostra o bueiro mineiro. A CEMIG é controladora da Light.

 

Deslocamentos também na Cemig...

---------------------------------------------------------------------------

:. Mais uma explosão em bueiro - RJ.

  Em 04/07/11 mais quatro bueiros da Light, desta vez na Rua da Assembléia, no Centro, explodiram e feriram duas pessoas. Testemunhas relataram um forte estrondo e em seguida as tampas dos bueiros subiram cerca de 5 m. Um carro que trafegava pela rua foi atingido e danificado na parte traseira e no parachoque. O motorista não foi atingido. A assessoria de imprensa da Light afirmou que o que aconteceu foram "deslocamentos" dos bueiros, não mencionando a palavra "explosão".
  Em 06/07/11 foi divulgado na imprensa que Patrícia Barbosa, estudante de Direito, uma das duas "pessoas feridas", teve perda auditiva no lado direito, resultante desta explosão, e encontra-se abalada emocionalmente. Resta saber se ela vai entrar com uma ação indenizatória contra a Light.

  A Prefeitura do Rio informou que multará a Light por danos ao patrimônio público e interrupção de vias públicas. O acidente levou a ANEEL a convocar a direção da Light para uma reunião em Brasília no dia seguinte, para prestar explicações.
  A foto mostra os Bombeiros inspecionando os bueiros.

 

Para a Light houve apenas deslocamentos de tampas...

---------------------------------------------------------------------------

:. Mais uma explosão em bueiro - RJ.

  Em 25/06/11 mais um bueiro da Light, desta vez na esquina da Av. N. S. Copacabana com Constante Ramos, em Copacabana, sofreu três explosões. Funcionários da Light informaram que naquela CT havia apenas um transformador e que ele estava em perfeitas condições, o que descartaria ter sido uma explosão no mesmo. Com a explosão, a tampa de outra caixa voou a 3 m de altura, destruindo a placa de indicação da rua. A Light informou que houve um curto-circuito no cabo de baixa tensão e que não houve falta de energia.
  A foto mostra a tampa minutos após a explosão, partida ao meio, antes de ser substituída. Nota-se que ela possui quatro furos que foram feitos pela Light para "dissipar eventuais gases e desta forma evitar explosões", o que se demonstrou inócuo, sem qualquer embasamento científico.

 

Sem cheiro de gas.

---------------------------------------------------------------------------

:. Outra explosão em bueiro - RJ.

  Em 19/06/11 mais um bueiro da Light - uma CT, desta vez na Rua Conde de Bonfim 615, na Tijuca, explodiu e causou queimaduras em 40 % do corpo de Haendel Melo de Albuquerque, 39 anos, eletricista que estava trabalhando no interior do mesmo. A 19a. Delegacia Policial aguarda o laudo da perícia para saber as causas da explosão. Não há informações sobre o estado do trabalhador.

  A concessionária informou desconhecer as causas do acidente.
  A foto mostra os trabalhos de troca da moldura do tampão do bueiro. Se a troca foi devido à explosão, esta foi muito grave.

 

Nem os empregados se salvam.

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão em bueiro - RJ.

  Em 01/06/11 mais um bueiro da Light, desta vez na esquina das ruas Constituição e Gomes Freire, no Centro, causou pânico e correria. Três estrondos foram ouvidos a dois quarteirões de distância. As chamas atigiram 6 m de altura. Homens do Quartel Central do Corpo de Bombeiros, que fica a poucos metros, chegaram poucos minutos depois e iniciaram o combate com pó químico, porém passaram a jogar terra, tamanho o volume das chamas.

  A concessionária informou que "não é possível indicar as causas do acidente". Felizmente, sem feridos desta vez.
  A foto mostra o bueiro.

 

Causas ainda desconhecidas...

---------------------------------------------------------------------------

:. Outro bueiro explode - RJ.

  Em 23/05/11 mais um bueiro da Light, desta vez na Rua do Riachuelo, altura do número 256, próximo à Rua do Resende, no Centro do Rio de Janeiro - mesma região do ocorrido em 15/04/11 - explodiu. Um táxi foi atingido. "A fumaça preta e a explosão foram assustadores", disse o comerciante Francisco Alves dos Santos.
  Em nota, a empresa Light informou que está trabalhando no local onde houve o "deslocamento da tampa de uma caixa subterrânea causado por um defeito em cabo de baixa tensão". Um prédio da Rua do Riachuelo teve o fornecimento de energia interrompido. Segundo o porteiro, às 06:30 h a luz começou a oscilar e por volta das 10:00 h ele desligou a bomba e o elevador, tendo percebido pouco depois o estrondo e a fumaça. Felizmente, sem feridos.
  A Light deverá apresentar um relatório preliminar para a ANEEL, que analisará quanto à aplicação de multa. A foto mostra o bueiro.

 

Deslocamento?

---------------------------------------------------------------------------

:. Outra explosão em bueiro - RJ.

  Em 01/04/11 explodiu mais um bueiro da Light, desta vez na Av. N. S. de Copacabana, na esquina com a rua Bolívar. Um táxi que passava no local foi "empurrado" pelo deslocamento de ar e outro foi atingido pela tampa do bueiro que ficou em seu teto. Cinco feridos foram encaminhados ao hospital. Em 02/04/11 o presidente da Light, Jerson Kelman, deu uma entrevista coletiva após visitar o local com o prefeito Eduardo Paes, onde reconheceu que o que a empresa vem fazendo não está sendo suficiente para evitar explosões e que vai dar "todo o apoio às vítimas".
  Um artigo que aborda este tema que tanto preocupa os cariocas foi publicado na Revista Proteção. Cabe à Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL cobrar da Light um plano efetivo de implantação de medidas preventivas.
  As fotos mostram detalhes.

 

Mais uma explosão. Até quando?
Prefeito, secretário e presidente da Light recebem informações. Darão soluções quando?

---------------------------------------------------------------------------

:. Explosão no calçadão - PR.

  Em 28/02/11 uma explosão no Calçadão, no Centro de Londrina, causou desencontro de dados, corre-corre e mobilização do Corpo de Bombeiros. Às 10:40 h surgiu a informação que teria havido uma explosão "natural" na rede de esgoto, devido à decomposição de fungos, porém os soldados nada encontraram e suspeitaram de trote telefônico. Por volta das 11:20 h, os Bombeiros confirmaram ter havido uma explosão após uma varredura feita no Calçadão. Teria havido um pequeno "acidente", causado por um curto-circuito em fios que funcionários da Copel (concessionária local) estavam mexendo, então as pessoas ouviram o barulho vindo da tubulação subterrânea e acionaram os Bombeiros.
  Felizmente sem vítimas, esta ocorrência mostra que tais explosões não estão restritas ao Rio de Janeiro e deveriam demandar especial ação da ANEEL.

 

---------------------------------------------------------------------------

:. Mais uma explosão em bueiro - RJ.

  Em 22/02/11 explodiu mais um bueiro da Light, desta vez na Av. Presidente Vargas perto da Rua Uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro, causando um prejuízo de cerca de R$ 900 mil ao comércio, de acordo com a Associação Comercial do Rio de Janeiro. Houve falta de luz por três horas, fechamento de cerca de 300 estabelecimentos e, pelo menos, sete prédios dispensaram os seus funcionários. Felizmente não houve registro de feridos.
  No mesmo dia pela manhã em um prédio na Avenida Rio Branco, Centro do Rio, saiu fumaça de um bueiro localizado dentro do prédio. Os Bombeiros fizeram trabalhos de prevenção e contenção da fumaça. Felizmente sem feridos.
  Sobre este caso a Light informou em nota que um defeito em um cabo de baixa tensão causou oscilação de energia e o deslocamento da tampa (sic) que dá acesso à rede subterrânea da companhia.
  Questionada sobre a última manutenção realizada na rede subterrânea da região, a assessoria de comunicação da Light não respondeu à equipe de reportagem da Rede Record.
  A foto mostra filas no atendimento do Departamento de Trânsito devido à falta de luz na Av. Pres. Vargas.

 

Explosões em bueiros não cessam!

---------------------------------------------------------------------------

© Copyright 2004 JuniorPages